15 de fev de 2014

Não há nada que eu não faria por você

Se algum dia eu disse que não senti sua falta, eu menti. Eu menti quando me perguntavam se eu estava bem ao lembrar de você. Eu menti em disfarçar a sua falta. Eu menti pra minha mãe. Eu fingi não me importar. Eu escondi a dor por 8 anos. E sabe, ninguém nunca notou que eu precisava de você. É difícil conviver com isso, vem sempre um lembrete na minha mente. E quando eu acordo de manha, por um segundo, POR UM SEGUNDO eu esqueço. Então eu lembro, eu lembro que você não vai mas me dar um beijo de boa noite.

Lembro que você não vai mas me cantar aquela canção de ninar, e que você não vai mas me levar pro parque. Lembro que você não vai mas me comprar salgadinhos, e que você não vai mas me chamar de 'minha neguinha'. Eu costumava me perguntar, como aquelas famílias conseguiam levantar todo dia de manha, como aquelas crianças conseguiam viver. E sabe, a gente acorda, e a gente sente todo dia aquela dor, aquele ultimo olhar, então a gente pensa: 'Poxa, eu poderia te-lo abraçado mais, poderia ter aproveitado quando ele estava perto'. E sabe, as vezes essas são as únicas palavras que conseguimos segurar por todo o dia.

E se algum dia eu tivesse a chance de te ver de novo, nem que seja por alguns minutos. Não a nada que eu não faria. Estive adormecida por completos 8 anos, e é como se tivesse acontecido agora, a primeira lagrima sem adeus. As vezes nem sei como me sinto.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Elogios e criticas (construtivas) serão sempre bem vindas. Responderei a todos!

Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...