17 de jan de 2014

Sempre estive certa



Me acordei cedo para ver o lindo dia que se formava nas brechas da minha janela, me levantei peguei minha escova fui em direção da janela abri-la, comecei a pentear meus cabelos. O dia estava lindo, não havia nuvens e apenas o sol brilhava forte com a brisa do vento em meu rosto, buscava sempre olhar através do horizonte  não havia mais esperanças em mim. E quando dizem que toda princesa precisa de um príncipe  eu nunca acredito, porque em um tempo la longe uma pessoa me disse uma vez que nem toda princesa tem que ficar com um príncipe, as vezes ela precisa procurar o príncipe em um plebeu.

 Mas eu já estava certa de que ele não viria, mas quando a esperança morre, algo maior surge a força de vontade, o desejo de escapar e de estar em perigo, o desejo de ser desejada e de apenas ser livre não importa com quem seja, mas sempre tem uma pessoa, cujo nome nus estremesse, e acabamos por desistir, por desistir de ser feliz. Já estou cansada de acordar e fazer sempre a mesma coisa. Aqui nessa torre alta presa como se fosse criminosa, me de algo em que eu possa acreditar, me de esperanças de um dia escapar deste lugar e ir alem das montanhas apenas para saber como é ser livre. Por muito tempo eu esperei e só agora pude concluir que ele nunca vira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Elogios e criticas (construtivas) serão sempre bem vindas. Responderei a todos!

Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...