23 de dez de 2013

Experiência de uma garota nada experiênte.



Como vocês já sabem... Meu nome é Larissa e eu tenho 15 anos, viajei aqui pra São Paulo, e prometi que contaria como foi a minha experiência de viajar sozinha de avião aos quinze anos, ter que fazer escala de 1 hora e meia em salvador e ter que superar a ansiedade de pisar na minha terrinha natal de novo.

Vou logo adiantar. Foi tudo super tranquilo, acabei pegando carona com os idosos, (risos) eu posso explicar. Pra começar, dormi menos de 2 horas e ainda acordei atrasada. Pra acabar logo com tudo, perdi a legging que eu ia vestir no meio da bagunça e quando a gente tava entrando no carro, esquecemos da mala. Pois é. Posso garantir que passei mais de 2 horas esperando o bendito avião que sempre adiava. Sai de Campina Grande (PB) as 04:50, o céu estava lindo. Peguei a poltrona na janela e peguei a janela perfeita.

Não sou muito fâ de andar de avião, é muito tédio pra mim, quanto mais eu que estava sozinha. Mas o céu e as nuvens estavam muuito lindo e eu curti bastante. Logo quando entrei no avião, perguntei pra aeromoça qual era a minha poltrona, ela me mostrou e perguntou minha idade, perguntou também se eu solicitei acompanhamento e eu disse que não. Ate ai tudo bem, ninguém iria me acompanhar só que... Quando estava-mus perto de chegar em Salvador, perguntei pra ela o que eu tinha que fazer lá, então ela mandou eu ficar no avião ate todos saírem e depois eles me levariam pra trocar de avião, e foi dai que surgiu a carona com os idosos.

Só tinha eu... que não tinha mais de 50 anos. (risos) Fiz amizade com uma velhinha lá que falava muuito, e com uma cadeirante também velhinha. (Uma dica mega útil: Peça acompanhamento, mesmo que você vá com os idosos) Tava muito chato ficar lá esperando mais de 1 hora então fiz amizade com as velhinhas, e, serio, elas tem assuntos bem legais. Gostei. Quando a equipe que ia guiar o nosso voou chegou fomos os primeiros a entrar no avião, a minha poltrona era a mesma, não foi tão difícil achar.

No segundo voou de Salvador à São Paulo, foi mais tedioso ainda... Eu não sabia o que fazer, e comi tudo que podia, a ansiedade já era maior que tudo. Coloquei o fone e tentei dormir. Acho que dormi só 15 minutos, eu estava muito tensa pra chegar logo. Em um momento jurei que tava babando. Tinha um velho do meu lado que toda vez que ele abria a boca, parecia que eu tava no esgoto. Ecaaaa. Eu ainda estava com o fone quando o piloto avisou que estava-mus sobrevoando São Paulo, juro que conseguir ouvir. Grudei a testa na janela e olhei lá em baixo a selva de pedra. Gente que coisa linda, viu?!

Logo, logo, ele avisou que iria-mus pousar no aeroporto de guarulhos e olha gente, meu coração acelerou pra valer. Como eu peguei carona com os velhinho no acompanhamento, fiquei mô tempão ainda dentro do avião, só depois é que sai e fui buscar a mala. Quem foi me buscar foi a tia Fabinha, o marido dela e a Júlia, minha prima. A tia disse que foi o Aldo (marido dela) que me reconheceu. (Nossa tia, valeu por não reconhecer sua sobrinha mais bonita!) Aah esqueci de contar. A gente saio do avião ate o aeroporto com a equipe do voou, em uma vã vip. (Risos) Quando chegamos no aeroporto a mulher nus levou pra buscar a bagagem depois a gente saio.

Foi isso gente, como pedi acompanhamento, não tem perigo nenhum, é super tranquilo, eles te auxiliam em tudo! Pode crê!!

2 comentários:

  1. Amizade com velhinhos são legais haha ' Devia ter tirado fotos das paisagens u.u Gostei do post, descreveu sua viagem de forma que não cansa *--*
    http://foreveryoungl.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Na verdade eu tirei sim, algumas fotos da janela do avião, quando tiver um tempinho sobrando por aqui prometo que atualizo o post. Muito obrigada!

    ResponderExcluir

Elogios e criticas (construtivas) serão sempre bem vindas. Responderei a todos!

Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...