17 de nov de 2013

Trooy II


Trooy Leal II, nascido no dia 15 de fevereiro de 2012, filho de gata sem raça e de gato siames. Tem apenas dois irmãos, Mel (criada com a mãe e a família que á adotou, hoje falecida a 5 meses faz muita falta) e Bolota,( criado com a família Duarte) gato de pelagem branca e olhos cor de ouro.
Trooy tem personalidade forte e físico magro como o da mãe, é intrometido medroso  e orgulhoso. Muito AGRESSIVO,  traquina, tem manias bem chatas e é folgado. Adora fazer a caminha de mamãe de hotel e pira no cafune.

Tudo começou quando a mãe de trooy (mimosa) teve filhotes debaixo da cama da família com quem vivia, dois machos e uma fêmea. Quando soube fui lá ver aquelas bolinhas de pelos brancas , quando vi aquela bolinha cabeçuda, olhos azuis escuros e patinhas rosadas simplesmente me apaixonei.
No dia 13 de março me acordei e fui tomar café como de costume, desci as escadas que dava na cozinha e fui preparar meu leite com nescau quando, senti uma coisa peluda pulando no meu pé e tentando morder, eu jurava que era um rato e já ia chutar quando, minha mãe chegou gritando pra mim não chutar dizendo que era o gatinho branco que tinha-mus visto. Ela adotou e me deu de presente aquela fofura, pirei de amor quando vi, parecia um rato peludo e com a cabeça enorme a coisa mais fofa do mundo. Infelizmente não tenho fotos :( . Acho que ele sentia tanta falta da mãe que toda vez que ele via minha orelha fazia de mamadeira.

Trooy só foi brincalhão e mansinho ate os 3 meses. Minha melhor amiga costumava fazer ele de lata de catchup apertando ele :( e assim ele foi ficando agressivo e medroso. Quando mudei de residência, achei que poderia manter ele dentro de casa ate ele se acostumar com a área e não fugir, mas no terceiro dia em que estava-mus na casa nova, ele saio; me desesperei, pensei que ele não saberia voltar e fiquei na janela a noite toda chorando e chamando ele, na manha seguinte ele voltou e meu coração apertado melhorou.
Hoje eu amooo estar perto dele por mais que ele seja chata e faça coisas muito chatas. Confesso que não sei mas viver sem ele, ele esta em tudo. Meu gatinho, meu branquinho, meu príncipe, meu filho, meu amor. Antes tinha que dividi o quarto com a minha irmã, agora tenho que dividi com trooy; Não tem problema, por ele eu faço tudo.
...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Elogios e criticas (construtivas) serão sempre bem vindas. Responderei a todos!

Relacionados

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...